Conforme a Lei nº 9394/96, no art. 23, 24 e Lei complementar nº 170/98 em seu artigo 25 e 26, assegura-se que o ano letivo deverá ter 200 dias de efetivo trabalho escolar, com uma carga horária anual de 800 horas.

As finalidades da educação por nós oferecida baseia-se no artigo 32º da LDB 9394/96, no qual a lei trata especificamente do objetivo fundamental da educação, que é a formação básica do cidadão, a ser promovida mediante:

  • III - O desenvolvimento da aprendizagem;
  • I - O desenvolvimento da capacidade de aprender;
  • II - A compreensão do ambiente natural e social;
  • IV - O fortalecimento dos vínculos de família, dos laços de solidariedade humana e de tolerância recíproca.

Nossa escola tem uma responsabilidade importante no desenvolvimento do educando, e é todo o ambiente escolar que está organizado de modo a favorecer este desenvolvimento.

Vivemos uma época de profundas e importantes modificações que influenciam diretamente os aspectos econômicos e as políticas sociais, desafiando nossa reflexão. Compreendendo que o objetivo principal da história é a existência humana e nesta, a relação do homem com a natureza e com outros indivíduos, optou-se por uma teoria que como guia da ação seja a própria ação guiada e medida pela teoria, e que, acima de tudo possibilite leitura e apreensão do real e da história como construção humana.

A escolha pelo materialismo histórico se faz pautada no entendimento de que esta perspectiva teórica permite uma melhor compreensão do homem, da sociedade uma vez que ambos estão inseridos num processo historicamente produzidos nas relações que estabelecem entre si e com a natureza para garantir a sobrevivência do homem pelo trabalho. É uma teoria explicativa da sociedade e do homem que faz a crítica e interpreta a forma de organização e produção da sociedade capitalista, ou seja, nos possibilita a análise do homem e da sociedade em sua totalidade, sob a ótica do trabalho.

A aprendizagem é um processo contínuo que promove o desenvolvimento do ser humano. Consiste na internalização dos conceitos do grupo social a que o sujeito pertence, pela sua interação com o meio e com os outros sujeitos. É uma troca recíproca, em que um indivíduo aprende com o outro. Para Vygotsky, a aprendizagem ocorre na relação homem-mundo e é mediada por outros homens. É pela interação que o indivíduo se transforma, intervém e se constitui em sujeito. Isso ocorre através da reconstrução, reelaboração propiciada pela mediação de instrumentos e signos.

No 1º ano continua existindo um cuidado para que a escolaridade não se processe com rupturas ou adaptações forçadas, do ponto de vista da alfabetização e do letramento. O objetivo é de introduzir o educando no mundo da leitura e da escrita a partir dos 6 anos de idade, por meio de situações problemas, desafios, ludicidade e faz-de-conta para que aos poucos se apropriando do sistema de leitura e escrita.

As demais áreas do currículo, Matemática, Ciências Sociais (conhecimento do mundo), Ciências Naturais, Inglês, bem como as Atividades Artísticas (Música e Artes) e Corporais, são igualmente abordadas e planejadas. O conteúdo selecionado é adaptado às motivações dos educandos, respeitando as competências, os procedimentos de trabalho e a formação de conceitos atuais.

Pretende-se que o educando construa conhecimento, a questão não é apenas qual informação deve ser oferecida, mas, principalmente, que tipo de tratamento deve ser dado à informação que se oferece. A questão é então de natureza didática. Nesse sentido, a intervenção pedagógica do educador tem valor decisivo no processo de aprendizagem contribuindo para as aprendizagens que se espera alcançar.

Os projetos mediados aqui, sempre partem de questões que necessitam ser respondidas, sendo assim, possibilitam um contato com as práticas sociais reais, dependendo, em grande parte, dos interesses das crianças. Essas questões sempre são significativas, representando uma questão comum para todas e partir de uma indagação da realidade.

Os desafios apresentados são possíveis de serem enfrentados pelo grupo de crianças. Um dos ganhos de se trabalhar com projetos é possibilitar às crianças que a partir de um assunto relacionado com um dos eixos de trabalho, possam estabelecer múltiplas relações, ampliando suas ideias sobre um assunto específico, buscando complementações com conhecimentos pertinentes aos diferentes eixos. Esse aprendizado serve de referência para outras situações, permitindo generalizações de ordens diversas, provocando a aprendizagem significativa.

Nosso material didático do COC, oferece recursos impressos e digitais, que levam em conta a modernidade tecnológica, concomitantemente à estimulação do raciocínio lógico, do posicionamento crítico e da sistematização da aprendizagem.

 

Sendo assim, oferecemos aos nossos alunos:

  • COC: O melhor sistema de ensino do Brasil:
    • Portal COC Educação com inúmeras ferramentas;
    • Conteúdos trabalhados de forma inter, multi e transdisciplinar;
    • Quatro (4) Avaliações Nacionais do COC, reforçando ainda mais seus conhecimentos.
    • Todas as apostilas em formato digital para acessar seu conteúdo de estudo a qualquer momento.
  • Aulas dinâmicas com lousa interativa digital;
  • Simulados que avaliam o processo de aprendizagem;
  • Salas amplas e climatizadas;
  • Trabalho com projetos;
  • Sistema de avaliação Trimestral;
  • Ambiente monitorado;
  • Nova quadra poliesportiva;
  • Closed School;
  • Laboratório para aulas práticas nas disciplinas de Ciências (físicas, químicas e naturais);
  • Orientação Nutricional;
  • Período Complementar (1º ano ao 5º Ano dos anos iniciais);
  • Projetos de integração com vivencias de valores e práticas de conhecimento:
    • Saída de estudos para vivenciar a aprendizagem dos conteúdos;
    • Jogos internos (JICEC);
    • Gincana Anual;
    • Mostra Cientifica;
    • Mostra Cultural;
    • Festa da Família.